INVERSÃO DOS PÓLOS MAGNÉTICOS DA TERRA

Pólos Magnéticos

Nos últimos 2,5 milhões de anos, as polaridades dos campos magnéticos da Terra se inverteram dezenas de vezes, fazendo o norte se tornar o sul e vice-versa. Teoricamente, o planeta teria que mudar o sentido de sua rotação para inverter a orientação do campo, como isso nunca aconteceu, cientistas nunca encontraram uma explicação completa para o fenômeno. Para entender essa inversão, cientistas contaram com a sequência de fluxo detectável de lava vulcânica que surgiram perto ou durante a última reversão, e descobriram que ela já ocorreu ao menos 170 vezes em 100 milhões de anos.

Última inversão

polos terra

Um estudo recente publicado no dia 7 de agosto na revista científica Science Advances, descreveu novas descobertas do giro magnético da Terra, mostrando que a duração da última ocorrência do fenômeno demorou muito mais do que o calculado anteriormente. A última inversão de polos magnéticos da Terra, segundo cientistas, aconteceu muito antes de os humanos poderem registrá-la, durante a Idade da Pedra, há cerca de 780 mil anos. Até então, sabia-se pouco sobre a duração do evento, bem como quando ele poderia acontecer de novo, já que o fenômeno é imprevisível.

Quanto tempo durou?

Mas, graças a análises sobre o registro de fluxo de lava vulcânica antiga, os pesquisadores do novo estudo estimaram que o giro magnético durou longos 22 mil anos, muito mais do que o tempo entendido como consenso até então, de mil a 10 mil anos. Para chegar nesse número, os autores do estudo usaram dados sobre sequências de fluxo de lava que surgiram perto ou durante a ocorrência do fenômeno. “Descobrimos que a última inversão foi mais complexa e iniciada dentro do núcleo externo da Terra antes do que se pensava anteriormente”, disse o autor do estudo e professor de geociências da Universidade de Wisconsin-Madison (Estados Unidos), Bradley Singer, ao portal Space.com.

eixo da terra

Isso está prestes a acontecer?

Os pólos magnéticos da Terra podem estar prestes a inverter. De acordo com observações recentes, sabemos que o campo magnético está a enfraquecer. Este e outros fatores fazem com que os cientistas se debrucem sobre este tema, afirmando que a inversão acontecerá mais cedo ou mais tarde. De qualquer das formas, defendem que não há qualquer motivo para nos preocuparmos. Se analisarmos a história do nosso planeta, a inversão geomagnética sempre foi muito comum. E, mesmo com este contratempo, a vida conseguiu prosperar. Desta forma, os cientistas podem assegurar que não haverá nenhuma extinção em massa ou catástrofe global.

Inversão dos Pólos e a Espiritualidade

Segundo Trigueirinho, todo o Cosmos está passando por um momento cíclico. Para que o nosso Planeta esteja em sintonia com os outros planetas, galáxias, e universo, precisa haver uma mudança de rotação da Terra, com isso o planeta se tornará menos denso e nossos corpos também, menos físico e mais etéreo. Essa influência já acontece há algum tempo com todos os seres. Parte da humanidade já está preparada pois veio de planetas já mais evoluídos. A mudança do nosso código genético, que era 2 hélices e agora passando para 12 hélices. Em cada órgão físico é introduzido um microorganismo diferente e com a energia de luz, dentro de cada órgão se desenvolve um potencial de órgão novo. A Lei da Transmutação, outras leis estão em atuação. Possibilita a energia mesmo encarnada, substituída por nova energia mais etérea.

Fontes

olhardigital.com.br

paula

Ola Sou a Paula

Deixe uma resposta